Skip to content

Twitter da fusão Oi/BrT é censurado

19/02/2009

Através do Twitter, pessoas diretamente ligadas ao processo de fusão entre Oi e BrT, atualizavam os internautas sobre os desdobramentos de dentro da empresa. Demissões, reuniões e relatórios eram comentados através do micro-blog. Um trabalho de extrema relevância e pertinência ao interesse público por envolver o setor que mais tem crescido na economia do país, em plena desaceleração comercial.

No entanto, às 11h deste dia 19 (quinta-feira), todas as mensagens foram apagadas, o que já havia sido previsto numa das últimas atualizações. Algo como “daqui pra frente, outra pessoa terá que atualizar por aqui”, anunciava que a empresa tomaria atitudes.

Desde que foram excluídas as postagens, o número de seguidores do perfil @fusaooibrt, no Twitter, tem crescido. Em menos de uma hora, os usuários conectados às (não) atualizações do perfil subiram de 219 para 239.

Aguardem mais capítulos da lambança virtual com cheiro de censura.

Atualização: Por volta das 15h30 do dia 19, o @fusaooibrt voltou com a mesagem: “Vamo que vamo, que isso aqui não pode parar”. Não ficou 15 minutos no ar. Apagado denovo.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Luiz Antonio permalink
    19/02/2009 5:29 pm

    A boa desinformação é que faz um bom jornalista. Parabéns!

  2. William Oliveira permalink
    19/02/2009 5:52 pm

    Cuidado, Danilo. Se outrora você recebia ameaças de um Tonhão da Rapadura, pode agora virar ALVO de grandes conglomerados das telecomunicações. Não queira ser um vítima baudrillardiana, meu caro…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s